A Minha Experiência Com o Tabaco

Vou Te Contar A Minha Experiência Com o Tabaco

Não me lembro, que idade tinha quando experimentei um cigarro, pela primeira vez.

Sei que o cigarro estava dentro de um maço de tabaco que o meu pai tinha em casa.

Não sei porquê, ele detesta Tabaco!

Vou começar desde o principio!

Quando era criança, via a minha (falecida) tia a fumar, depois, mais tarde vi o filho mais velho da minha madrinha a fumar também.

E com o passar do tempo, fiquei curiosa!

Se “toda a gente fuma aquilo, deve ser bom” – Pensava eu!

Para dizer a verdade, não me lembro que idade tinha, quando experimentei, pela primeira vez, se foi um cigarro do meu pai ou se do filho da minha madrinha.

Deste último ninguém se apercebeu.

No caso do cigarro do meu pai, a minha mãe apercebeu-se e vi o caso mal emparado.

Os anos foram passando, comecei a trabalhar aqui e ali,

Via outras pessoas à minha volta a fumar também.

Primeiro comecei a pedir, um cigarro ali, um outro acolá, depois comecei a ser mesmo fumadora activa.

Quando percebi que me fazia muito mal, não consegui deixar.

Sou muito ansiosa e os problemas deixavam-me muito frustrada, deprimida e por causa disso, fumava ainda mais.

Um dia mentalizei-me que tinha de deixar o tabaco e fui à farmácia comprar daqueles autocolantes e comecei a usar.

Consegui deixar de fumar, assim que coloquei o primeiro.

Só que, deixas de ter vontade de fumar, porque o autocolante que colocas está a mandar nicotina para o teu organismo.

Ou seja, estás a fumar a mesma.

Deixei de fumar é certo, mas sonhava muitas vezes que estava a fazê-lo.

Isto significa o quê? Significa que ainda tinha vontade de fumar, que o meu corpo precisava de nicotina.

Um dia a minha vida mudou radicalmente.

Surgiu-me a oportunidade de sair de Caldas e ir para Lisboa, tal como tanto sonhava.

Só que com tanto nervosismo e ansiedade com a mudança, que no dia em fui embora pedi um cigarro ao meu irmão e acabou-se.

Em destaque aqui no blog: Ebook Grátis “Guru Instantâneo”

bannerx

Deixei O Tabaco Definitivamente À Quase 5 Anos

Ao fim de cinco anos, voltei a fumar um maço por dia, mais ou menos durante dois anos e meio.

Nesses dois anos, aconteceram muitas coisas difíceis para mim.

E quando mais difíceis, mais dificuldade senti em deixar de fumar, foi uma luta constante para o conseguir.

Fumava e chorava ao mesmo tempo porque queria, precisava mesmo de conseguir deixar.

Emagreci imenso, por causa disso. Basicamente fumava mais do que aquilo que comia.

Porque deixava de comer para fumar, cheguei a me levantar de noite, para fumar.

Foi um horror!

Principalmente porque pensava que já mais conseguiria deixar de fumar.

Entretanto comecei a perceber que o meu próprio organismo estava a começar a rejeitar o tabaco.

Sabia-me muito mal, e as vezes ficava enjoada.

E tomei uma grande decisão!

Vou Deixar De Comprar Tabaco

Sempre achei isso quase impossível de realizar, mas não existe impossíveis, quando realmente se quer alguma coisa.

O que é que eu fiz para o conseguir?

Simples!

Fui me mentalizando que tinha de ser.

E um dia, sem mais nem menos, disse: – Este é o ultimo cigarro que fumo!

E assim foi, de um dia para o outro deixei de fumar.

Qual é a razão para estar a escrever isto?

Para te inspirar a fazer o mesmo se for o caso.

Está tudo nas nossas mãos, nas nossas decisões.

O segredo não está em fazer tratamentos, está na tua cabeça.

Tu consegues tudo o que quiseres, basta querer de verdade.

É certo que encontrei algo que me ajudou imenso a consegui-lo.

Encontrei o trabalho online, encontrei uma forma de conseguir a minha liberdade.

Encontrei o meu passaporte para a LIBERDADE.

Viver a trabalhar para os outros e depender de um ordenado não é para mim.

Por isso decidi procurar soluções e encontrei através de uma amiga, a solução que tanto procurava

  • Trabalhar pela Internet e sem sair de casa!

Excelente ideia! Era tudo o que eu andava a procura, mesmo sem saber o que procurar e onde.

Com isto, tornei-me empreendedora digital e blogger, e  assim posso trabalhar sem patrões, sem horários e sem sair de casa.

Sempre fui muito sonhadora, mas não aquela sonhadora que acha que a vida é muito difícil, para se pensar em realizar sonhos.

Os meus sonhos, são o meu motor para me fazer andar todos os dias.

São eles que conseguiram que eu deixasse definitivamente o Tabaco.

Um abraço e lembra-te a VIDA É FEITA DE GRANDES DECISÕES

SE EU CONSEGUI TU TAMBÉM CONSEGUES!

Muito grata por estares aqui!

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.