7 Mitos e Verdades dos Empreendedores de Sucesso

Conhece os 7 Mitos e Verdades dos Empreendedores.

Todos nós já ouvimos falar muito sobre os empreendedores de sucesso. Contudo, nem tudo é verdade e na maioria das vezes são apenas mitos.

Para compreendermos melhor os empreendedores de uma forma geral, vou te apresentar mitos e verdades que se passam no dia de hoje, sobretudo nos empreendedores online, no qual faço parte.

Os 7 Mitos e Verdades sobre os empreendedores são:

  1. Mitos da Ideia Desenvolvida na Garagem.
  2. Mitos da Sorte.
  3. Mitos da Intuição Ser Mais Importante Que o Planeamento.
  4. Mitos do Empreendedor Que Assume Riscos Deliberadamente.
  5. Mitos de que Ganhar Dinheiro é a Principal Motivação do Empreendedor.
  6. Mitos do Empreendedor Nato.
  7. Mitos de que Ter Sócios Não é Bom.

7 Mitos e verdades sobre vários tipos de empreendedores, nas mais variadas áreas.

1- Mito da Ideia Desenvolvida na Garagem.

É muito comum ouvirmos histórias de negócios criados na garagem e que se tornaram grandes sucessos, transformando os seus sócios milionários. Mas será que não há muito romantismo nessas histórias?

O que é mito e o que é realidade? Os pesquisadores americanos e irmãos Dan Heath e Chip Heath argumentam que dificilmente negócios criados na garagem chegam ao sucesso e contrariam vários outros estudiosos do assunto, deitando por terra a tese de que basta uma boa ideia, um empreendedor genial e o sucesso aparecerá.

Histórias conhecidas e que já são populares, como o caso mais recente dos fundadores do youtube, Steve Chen e Chad Hurley, comprovam a tese dos irmãos Heath. Em síntese, eles argumentam que precisas ter experiência prévia na área. Para aumentar as tuas hipóteses de teres sucesso, o que pode ocorrer se tiver trabalhando antes em alguma empresa que atua no sector em que estás a criar o teu negócio.

Outro exemplo clássico é o caso de Steve Jobs, o criativo líder da Apple. Jobs foi funcionário da Atari (empregado número 4o da empresa) e da HP ( Hewlett-Packard) antes de criar a Apple.

Muitas pessoas dizem que criar um negócio do nada na garagem e ter sucesso não passa de um grande mito. Contudo é um mito errado.

Porque a verdade é que nos dias de hoje e cada vez surgem grandes ideias que começam na garagem ou no canto de uma sala, (como é o caso de um casal de amigos).

O mais importante não é se o negócio começa numa garagem, escritório, na rua, no sofá da sala ou numa grande empresa. O que importa é que a ideia seja geradora de dinheiro e sobretudo que ajude e /ou de alguma forma seja a solução para as pessoas.

Tens uma boa ideia, mas não a sabes implementar? Fala comigo!

empreendedores

2º Mito da Sorte.

Penso que este é um dos mitos mais conhecidos, contudo pouco explicados sobre os empreendedores, que não consideram a sorte como algo que os fez bem-sucedidos.

A sorte está ligada à probabilidade, como o que ocorre nos jogos, a algo que não depende da pessoa para acontecer.

Para ganhar na loteria é preciso jogar na lotaria e contar com a probabilidade. Existem pessoas que reclamam que nunca ganham nada, mas também nunca jogam e, dessa forma, a probabilidade é pequena (como também acontece aqueles que jogam). Para conseguir um bom emprego, não basta apenas ter pensamento positivo, há que ter uma  preparação, ter um bom currículo e vencer a concorrência… E a sorte?

A falta de sorte é sempre o principal argumento dos que não conseguiram o lugar, para explicar por que não ficaram com o emprego, ou não conseguem ter sucesso.

Para convencer investidores a colocarem recursos no teu negócio, não há que contar com a sorte, há que ter um bom projecto, uma boa equipa, conhecer as pessoas certas…, ou seja, tens que correr atrás dos teus objectivos!

A verdade é que a sorte é um argumento ou uma desculpa dos que ficam há espera por algo, dos que não têm iniciativa, dos que precisam de uma explicação para falar do sucesso alheio.

Empreendedores não perdem tempo à espera da sorte. Eles fazem a sorte acontecer. Para os empreendedores, a sorte é o encontro da oportunidade com a capacidade de realização.

Os empreendedores planeiam estratégias constantemente para conseguirem os seus objectivos, é não é sorte. è trabalho, empenho, foco.

Mito da Intuição Ser Mais Importante Que o Planeamento.

O planeamento é tido como a principal ferramenta do empreendedor. Mas muitos dos empreendedores de sucesso de hoje nem sabem o que é, e nem como fazer um plano de negócios.

Parece contraditório com o que prega a teoria empreendedora. Então, como explicar o sucesso daqueles que não planeiam?

Na verdade, muitos empreendedores de sucesso fizeram o planeamento informal, não detalhado e não necessariamente em formato de um plano de negócios.

Isto por dois motivos:

  1. Não sabiam como planear ou desenvolver um plano de negócios;
  2. Não queiram perder tempo planeando, pois estava ansiosos por fazer acontecer.

Contudo, muito empreendedores que deviam de ter planeado melhor para evitar erros. Porem isso não explica por que conseguiram chegar ao sucesso sem um planeamento inicial, seguindo apenas a intuição.

O mito aqui é de que se acredita que não há nenhum tipo de planeamento, há, de fato um controlo financeiro mínimo e um planeamento de custos e despesas, que por si só, já contribui para o desenvolvimento no negócio.

A verdade é que, assumir riscos é uma característica da maior parte do empreendedores de sucesso, que gostam de arriscar, mas buscam saber até quando podem perder na empreitada caso algo não ocorra conforme o planeado. Eles sabem que arriscar pode trazer muito bons resultados.

Sabem também que arriscar por trazer consequências menos positivas, contudo sabem que tudo é aprendizagem e crescimento pessoal e profissional. Aprender com os erros faz parte do processo.

4º  Mito do Empreendedor Que Assume Riscos Deliberadamente.

Assumir riscos também é considerada uma característica típica do empreendedor, mas o tipo de risco calculado.

Os empreendedores não colocam todos os ovos no mesmo cesto. Analisam bem o cenário, dividem os riscos em pequenas partes, porém, quando dividem os riscos, dividem também as recompensas.

Para além de assumir riscos calculados, gostam de arriscar. Poucos empreendedores de sucesso arriscam sem pensar ou sem calcular os riscos, ratificando que arriscar por arriscar não passa de um mito ou ato de insensatez daqueles que acham que, para ser considerado empreendedor, deve-se apostar alto sem pensar nas consequências.

Este ainda é um dos mitos mais difundo acerca dos empreendedores de sucesso. A verdade é que o lema dos empreendedores vencedores é apostar alto sempre, desde que os resultados possam ser mesurados e as eventuais consequência negativas possam ser gerenciadas e minimizadas.

As vezes é preciso dar o passo para o chão aparecer. O universo funciona em pré-pagamento.

Mito de que Ganhar Dinheiro é a Principal Motivação do Empreendedor.

O que leva uma pessoa a tornar-se empreendedor? Esta pergunta é importante quando se discute sobre motivação empreendedora. Por norma começar a trabalhar por conta próprio é considerado hoje uma alternativa a falta de emprego, por precisar de um rendimento extra ou porque realmente precisa e quer mudar de vida: deixar de trabalhar para outros, realizar sonhos, ter mais tempo, mais saúde…etc.

A esmagadora maioria das pessoas quando começam é pelo dinheiro, mas depois não é isso que as motiva, mas sim a paixão que desenvolvem ao descobrirem a sua verdadeira vocação.

É comum supor que não há mito nenhum relacionado ao empreendedor que busca criar o próprio negócio porque quer ficar rico.

A verdade é que para os empreendedores de sucesso, ganhar dinheiro não é a principal motivação, apesar de ser um importante factor multinacional. O que eles querem é a independência, a autonomia, a liberdade, a auto realização, a superação dos objectivos e a possibilidade de ver os seus sonhos se concretizarem são também factores que motivam o empreendedor a seguir em frente, apesar dos grandes desafios da jornada empreendedora.

E quando o empreendedor consegue implementar as suas iniciativas atingir o sucesso, é legitimo que desejem obter também uma boa recompensa financeira, pelo trabalho realizado. Ou seja, ganhar dinheiro para o empreendedor é consequência da realização acertada dos seus projectos.

6º Mitos do Empreendedor Nato.

Para se ser empreendedor de sucesso, a pessoa precisa nascer com um dom? Claro que não.

O empreendedor nato, é aquele que parece que “nasceu pronto” e se torna um modelo para os outros seguirem.

A verdade é que, aqueles que não tiverem o privilégio de nascer com esse dom, podem adquir habilidades empreendedores com o passar do tempo, mudar suas atitudes em direcção a um comportamento mais empreendedor, aprender técnicas de gestão essenciais para aplicar no negócio próprio e utilizar se da própria experiência de vida para fazer acontecer.

Tanto é verdade que muitos empreendedores de sucesso começam as suas actividades empresariais depois dos 50, 60 e 70 anos. Ou seja nunca é tarde para empreender.

Apesar do fascínio que os empreendedores natos causam na maioria das pessoas, e do fato de que realmente são indivíduos diferenciados, generalizar que para empreender é necessário ser nato é mais um mito que uma constatação, pois estes são excepções á regra.

7º Mito de que Ter Sócios Não é Bom.

Um grande mito que envolve os empreendedores é o de que essas pessoas diferenciadas, que assumem riscos, que não se contem com a mesmice, são autos-suficientes, não precisam de sócios, ou seja, são super-homens ou mulheres-maravilha.

Isto ocorre porque é comum observarmos exemplos de empreendedores de sucesso em jornais, revistas, livros, programas televisivos, entre outras mídias, com foco excessivo no empreendedor de forma individual.

É claro que as empresas de sucesso sempre tiveram em sua génese alguém especial que vislumbrou o que a empresa seria um dia e acreditou que poderia construir uma grande organização, mas ninguém faz isso sozinho.

A verdade é que o trabalho em equipa é essencial para o sucesso de qualquer empresa ou organização. ter uma sociedade é importante, é essencial e determinante para o sucesso de qualquer negócio. Por isso deve de ser tratado como um assunto serio.

O mito de ter um sócio não é bom, está errado. A causa de as vezes não dar certo está na escolha dos sócios e não no facto de se ter sócios.

Como empreendedora online e independente a trabalhar a partir de casa, não preciso propriamente de sócios, mas tenho o que se chama parcerias. Isso sim também muito importante.

Conclusão

Em tudo na vida é preciso perceber que mitos muitos vezes são crenças antiga e limitantes. E por isso é preciso ir sempre ao encontro da verdade nestes novos tempos em que as coisas estão muito diferentes e cada vez mais iram ser.

Será que tudo isto faz sentido para ti? Deixa um comentário e se gostaste do artigo partilha.

Oferta do Ebook “Três Formas Simples de Colocar e Divulgar o Seu Negócio na Internet”

Clica na imagem ou aqui e recebe o ebook no teu email, porque vai ajudar-te a atrair para o teu negócio as pessoas que já querem o que tens para vender.

Espero ter ajudado e gratidão por estares aqui.

Um abraço.

Ju Faria

 


Os 9 Tipos de Empreendedores Que Fazem a Diferença

Os Empreendedores Que Fazem a Diferença

Existem vários tipos de empreendedores que fazem a diferença. Não existe um único tipo de empreendedor ou um modelo padrão que possa ser identificado.

Nos dias de hoje, com todas as oportunidade que existem na Internet, qualquer pessoa, que queria e precise de mudar de vida, que queria realizar os seus sonhos pode e deve de se tornar empreendedor desde que tenha uma missão e visão, mas também uma mente empreendedora.


Artigo Relacionado: As Principais Características Dos Empreendedores de Sucesso


A seguir vou te apresentar e definir vários tipos de empreendedores:

  1. O Empreendedor Nato
  2. O Empreendedor Que Aprende.
  3. O Empreendedor Que Cria Novos Negócios.
  4. O Empreendedor Corporativo.
  5. O Empreendedor Social.
  6. O Empreendedor por Necessidade.
  7. O Empreendedor Herdeiro.
  8. O Empreendedor Normal.
  9. O Empreendedor Online.

1- O Empreendedor Nato

Este tipo de empreendedores são de uma forma geral os mais conhecidos e aclamados por todo. Por que são aqueles que começaram muito jovens e do nada.

Mas que tiverem uma ideia geradora de dinheiro, juntamente com uma visão brilhante, ambição de vencer e tiverem a coragem de iniciar uma missão.

São pessoas que estão muito à frente do seu tempo e comprometem-se a 100% para realizar os seus sonhos.

Por isso as suas histórias são brilhantes. Exemplos: Bill Gates, Andrew Carnegie, Sílvio Santos, etc.

As suas referências e exemplos a seguir sãos os valores familiares e religiosos, e eles mesmo acabam por tornarem-se numa grande referência.

empreendedores

2- O Empreendedor Que Aprende 

Este tipo de empreendedor tem sido muito comum. É normalmente uma pessoa que, quando menos esperava, deparou-se com uma oportunidade de negócio e tomou a decisão de mudar o que fazia na vida para se dedicar ao  próprio negócio.

É uma pessoa que sabe aproveitar, quando a oportunidade bate à porta. É uma pessoa que nunca pensou em ser empreendedor, mas que viu no empreendedorismo uma alternativa de vida.

Geralmente demora um pouco a tomar a decisão de mudar de carreira, a não ser que esteja em situação de perder o emprego ou já tenha sido demitido. Antes de se tornar empreendedor, acreditava que não gostava de assumir riscos.

Contudo está disposto a aprender tudo o que é preciso, para conseguir alcançar o sucesso.

3- O Empreendedor Que Cria Novos Negócios

Este empreendedor é aquele, que é apaixonado não apenas pelas empresas que cria, mas principalmente pelo acto de empreender.

É uma pessoa que não se contenta em criar um negócio e ficar à frente dele até que se torne numa grande corporação.

Como geralmente é uma pessoa dinâmica, prefere os desafios e a adrenalina envolvidos na criação de algo novo, do que assumir uma postura de executivo que lidera grandes equipas. Normalmente está atento a tudo o que ocorre ao seu redor e adora conversar com as pessoas, participar de eventos, associações, fazer networking.

Para esse tipo de empreendedor, a expressão #tempo é dinheiro cai que nem uma luva. Geralmente tem uma habilidade incrível de montar equipes, motivar a equipa, captar recursos para o inicio do negócio e colocar a empresa em funcionamento. A sua maior habilidade é acreditar nas oportunidades e não descansar enquanto não as vir implementas.

Ao concluir um desafio, precisa de outros para se manter motivado. Ás vezes envolve-se em vários negócios ao mesmo tempo e não é incomum ter várias histórias de fracasso. Mas estas servem de estimulo para a superação do próximo desafio.

4 – O Empreendedor Corporativo

O empreendedor corporativo tem aumentado nos últimos anos, devido à necessidade das grandes organizações de se renovarem, inovarem e de criar novos negócios.

São geralmente executivos muito competentes, com capacidade de liderança e conhecimento de ferramentas administrativas. Trabalham de olho nos resultados para crescer no mundo cooperativo. Assumem riscos e têm o desafio de lidar com a falta de autonomia, já que nunca terão o caminho 100% livre para agir.

Isso faz com que desenvolvam estratégias avançadas de negociação. São hábeis comunicadores e vencedores das suas ideias. Desenvolvem o seu networking dentro e fora da organização.

Convencem as pessoas a fazerem parte da sua equipa, mas sabem reconhecer o empenho da equipa. Sabem se auto promover e são ambiciosos.

Não se contentam em ganhar o que ganham e adoram planos com metas ousadas e recompensas variáveis. Se saírem da corporação para criar o próprio negócio podem ter problemas no inicio, já que estão acostumados com as regalias e o acesso a recursos do mundo corporativo.

empreendedores

5- O Empreendedor Social

O empreender social tem como missão de vida construir um mundo melhor para as pessoas. Envolve-se em causas comunitárias com comprometimento singular. Tem um desejo imerso de mudar o mundo criando oportunidades para aqueles que não têm acesso a elas.

As suas características são similares aos outros empreendedores, mas a diferença é que se realizam a ver os seus projectos trazerem resultados para os outros e não para si próprios.

Os empreendedores sociais são um fenómeno mundial e, principalmente em país em desenvolvimento, como o Brasil, têm um papel social extremamente importante, já que através das suas ações e das organizações, ajudam  preencher lacunas deixadas pelo poder público.

De todos os tipos de empreendedores é o único que não busca desenvolver um património financeiro, ou seja, não tem como um dos seus objectivos ganhar dinheiro. Prefere compartilhar seus recursos e contribuir para o desenvolvimento das pessoas.

6 – O Empreendedor por Necessidade

O empreendedor por necessidade cria o próprio negócio porque não tem alternativa. Geralmente não tem acesso ao mercado de trabalho ou foi demitido. Não resta outra opção a não ser trabalhar por conta própria.

Geralmente envolve-se nos negócios informais, que desenvolvem tarefas simples, prestando serviços e tendo como resultado pouco retorno financeiro.

É um grande problema social para os países em desenvolvimento, pois apesar de terem iniciativa, trabalhar arduamente e buscar de todas as formas a sua subsistência e a dos seus familiares, não contribui em nada para o desenvolvimento económico.

Na verdade, os empreendedores por necessidade são vítimas do modelo capitais actual, pois não têm acesso a recursos, à educação e ás mínimas condições para empreender de maneira estruturada.

As suas iniciativas empreendedoras são simples, pouco taxas, e acabam  por inflamar a estatísticas empreendedoras de países em desenvolvimento, como o Brasil. A sua existência em grande quantidade é um problema social que, no caso brasileiro, ainda está longe de ser resolvido.

empreendedores

7 – O Empreendedor Herdeiro 

O empreendedor herdeiro recebe logo cedo a missão de levar à frente o legado de sua família. Empresas familiares fazem parte da estrutura empresarial de todos os países, e muitos impérios foram construídos nos últimos anos por familiares empreendedores, que mostram habilidades de passar o bastão a cada nova geração.

Mas recentemente, porém, tem ocorrido a chamada profissionalização da gestão de empresas familiares, através da contratação de executivos de mercado para a administração da empresa e da criação de uma estrutura de governação corporativa, com os herdeiros a opinar no conselho de administração e não necessariamente a assumir cargos executivos na empresa.

O desafio do empreendedor herdeiro é multiplicar o património recebido. Isso tem sido cada vez mais difícil.

O empreendedorismo herdeiro aprende a arte de empreender com exemplos da família e geralmente segue os seus passos, Muitos começam muito cedo a aprender como o negócio funciona e a assumir responsabilidades na organização, a acabam por assumir cargos de direção ainda jovens.

Alguns têm senso de independência e desejo de inovar, de mudar as regras do jogo. Outros são conservadores e preferem não mexer no que já está a resultar. Esses extremos, na verdade, mostram que existem variações no perfil do empreendedor herdeiro.

Mas recentemente, os próprios herdeiros e as suas famílias, preocupados com o futuro dos seus negócios, têm optado por buscar mais apoio externo, através de ursos de especialização, MBA, programas especiais voltados para empresas familiares, com o objectivo de ano tomar decisões apenas com base na experiência e na história de sucesso das gerações anteriores.

8 – O Empreendedor Normal

Todas as teorias sobres os empreendedores de sucesso apresentam como uma das mais importantes actividades desenvolvidas pelos empreendedores. E isto tem sido comprovado nos últimos anos já que o planeamento aumenta a probabilidade de um negócio ser bem-sucedido e, em consequência, leva mais empreendedores a usarem essa técnica para garantir melhores resultados.

O um empreendedor que “faz o trabalho de casa”, para minimizar riscos, que se preocupa com os próximos passos do seu negócio, que tem uma visão do futuro clara e que trabalha em funções de metas é o empreendedor aqui definido como o “normal”. “Normal” do ponto de vista do que se espera de um empreendedor, mas não necessariamente do que se encontra nas estatísticas gerais sobre a criação de negócios ( a maioria dos empreendedores ainda não se encaixa na categoria “normal”).

Então, o empreendedor normal seria o mais completo ponto de vista da definição de empreendedor e o que a teria como referência a ser seguida, mas que na prática ainda não representa uma quantidade considerável de empreendedores.

No entanto, ao analizar apenas empreendedores bem-sucedidos, o planeamento aparece como uma actividade muito comum nesse universo especifico, apesar de muitos dos bem-sucedidos também não se encaixarem nessa categoria.

9 –  O Empreendedor Online

Os empreendedores online, são aqueles que trabalham a partir de casa pela internet. Ou seja, têm os seus negócios online, negócios esses que são em empresas de marketing de rede, sistemas de afiliados ou simplesmente negócios baseados nas suas competências pessoais ou/e profissionais.

São pessoas que querem ser livres e independentes para realizarem os seus sonhos e que decidiram passar pelo processo de crescimento e de desenvolvimento pessoal.

São pessoas em que a maioria sempre se sentiu diferente das outras e que um dia deu um murro na mesa e disse: – Basta!!!

Se tu és uma dessas pessoas e já tens um negócio a andar, mas precisas de ajuda, começa por ler o meu ebook e depois fala comigo.

Clica na imagem ou aqui e faz o teu registo gratuito para receberes o ebook no teu email

Espero que sejas um destes empreendedores e que tenhas ou venhas a ter muito sucesso.

O que achas-te deste artigo? Se quiseres deixa um comentário.

Um abraço

Ju Faria


As Principais Características Dos Empreendedores de Sucesso

Conhece as Características dos Empreendedores de Sucesso e Torna-te Num Deles?

Vamos ver porque razão alguns empreendedores não têm sucesso, ou nem sequer chegam a ser empreendedores porque simplesmente não têm as características certas.

Falo com muitas pessoas e todas querem ter o seu próprio negócio, mas quando explico o que realmente precisam e têm de fazer: não fazem nada porque não têm visão e a ambição necessária.

Os meus clientes são empreendedores e portanto sabem que em primeiro lugar têm de investir no seu negócio, ou para poder ter um, seja ele, qual for.

São pessoas que têm uma missão para cumprir e consequentemente uma visão. Conseguem ver lá a frente a diferença que vão fazer na vida das pessoas.

E portanto, todos eles têm potencial para terem muito sucesso.

E Tu? Queres ser um empreendedor de sucesso?

Lê o restante artigo e descobre por ti.

As Principais Características dos Empreendedores de Sucesso, são:

  • Têm Visão.
  • Sabem Tomar Decisões.
  • Pessoas Que Fazem a Diferença.
  • Sabem Explorar ao Máximo as Oportunidades.
  • Determinados e Dinâmicos.
  • Dedicados.
  • Optimistas e Apaixonados pelo que Fazem.
  • Independentes e Constroem o Seu Próprio Destino.
  • Ficam Ricos.
  • Lideres e Formadores de Equipes.
  • Bem Relacionados (networking).
  • Organizados.
  • Planeiam, planeiam, planeiam.
  • Têm Conhecimentos.
  • Assumem Riscos Calculados.
  • Criam Valor Para a Sociedade.

Têm Visão: têm a capacidade de ver o futuro para o seu negócio e da sua vida, e, o mais importante, têm a habilidade de implementar os seus sonhos.

Sabem Tomar Decisões:  porque não têm medo, sabem tomar as decisões corretas na hora certa e rapidamente, principalmente nos momentos de adversidade, e isso é um factor chave para o seu sucesso.

São Pessoas Que Fazem a Diferença: os empreendedores transformam algo de difícil definição, numa ideia abstracta, em algo concreto, que funciona, transformando o que é possível em realidade. Sabem agregar valor aos serviços e produtos que colocam no mercado.

Sabem Explorar ao Máximo as Oportunidades: Para a maioria das pessoas, as boas ideias são aquelas que vêm primeiro, por sorte ou acaso.

Contudo, para os visionários (os empreendedores), as boas ideias são geradas naquilo que todos conseguem ver, mas não identificaram algo prático para transformá-los em oportunidades, através de dados e informações.

Para alguns, o empreendedor é aquele que quebra a ordem corrente e inova, criando um mercado através de uma oportunidade identificada.

Para outros, o empreendedor é aquele que cria um equilíbrio, encontrando uma posição clara e positiva num ambiente de caos e turbulência, ou seja, identifica oportunidades no ordem presente.

Porém ambos enfáticos em afirmar que o empreendedor é um exímio identificador de oportunidades, sendo um individuo curioso e atento hás informações, pois sabe que as suas oportunidades são melhoras quando o seu conhecimento aumenta.

empreendedores

São Determinados e Dinâmicos: Eles implementam as suas acções com total comprometimento. Atropelam as adversidades, ultrapassam os obstáculos, com uma vontade ímpar de “fazer acontecer”. Mantêm-se sempre dinâmicos e cultivam um certo inconformismo diante da rotina.

São Dedicados: Eles dedicam-se 24 horas por dia, sete dias por semana, ao seu negócio. São trabalhadores exemplares, encontrando energia para continuar, mesmo quando encontram problemas pela frente.

São Optimistas e Apaixonados Pelo Que Fazem: Eles adoram o seu trabalho. E é esse amor ao que fazem o principal combustível que os mantém cada vez mais animados e auto determinados, tornando-os os melhores vendedores de seus produtos e serviços, pois sabem, como ninguém, como fazê-lo. O optimismo faz com que sempre visualizem o sucesso, em vez de imaginar o fracasso.

São Independentes e Constroem o Seu Próprio Destino: Eles querem estar à frente das mudanças e ser dono do próprio destino. Querem ser independentes, em vez de empregados; querem criar algo novo e determinar os seus próprios passos, abrir os seus próprios caminhos, ser seu próprio patrão e gerar empregos se possível.

Ficam Ricos: Ficar rico não é o principal objectivo dos empreendedores. Eles acreditam que o dinheiro é consequência do sucesso dos negócios.

São Lideres e Formadores de Equipes: Os empreendedores têm um senso de liderança incomum. E são respeitados e adorados pelos  seus funcionários, pois sabem valorizá-los, estimulá-los e recompensa-los, formando uma equipa em torno de si. Sabem que, para obter êxito e sucesso, dependem de uma equipe de profissionais competentes. Sabem ainda recrutar as melhores cabeças para assessora-los nos campos em que não detêm maior conhecimento.

São Bem Relacionados (networking): Os empreendedores sabem construir uma rede de contactos que os auxiliam no ambiente externo da empresa, junto a clientes, fornecedores e entidades de classe.

São Organizados: Os empreendedores sabem obter os recursos materiais, humanos, tecnológicos e financeiros de forma racional, procurando o melhor desempenho para o negócio.

empreendedores

Planeiam, Planeiam, Planeiam: Os empreendedores de sucesso planeiam cada passo do seu negócio, desde o primeiro rascunho do plano de negócios até a apresentação do plano a investidores, definição das estratégias de marketing de negócios etc… sempre tendo como base a forte visão de negócio que possuem.

Têm Conhecimentos: São sedentos pelo saber e aprendem continuamente, pois sabem que, quando maior o domínio sobre um ramos de negócio, maior é a sua oportunidade de êxito. Esse conhecimento pode vir da experiência prática de informações obtidas em publicações especializadas, em cursos ou mesmo de conselhos de pessoas que montaram empreendimentos semelhantes.

Assumem Riscos Calculados: Talvez essa seja a característica mais conhecida dos empreendedores. Mas o verdadeiro empreendedor é aquele que assume riscos calculados e sabe avaliar o risco, avaliado as reais oportunidades de sucesso. Assumir riscos tem relação com desafios. E, para o empreendedor, quando maior o desafio, mais estimulante será a jornada empreendedora.

Criam Valor Para a Sociedade: Os empreendedores utilizam o seu capital intelectual para criar valor para a sociedade, através da geração de emprego, dinamizando a economia e inovando,  usam a sua criatividade em busca de soluções para melhorar a vida das pessoas.

Conclusão

Estes dados da pesquisa que fiz, está direccionado para os empreendedores tradicionais, mas um empreendedor é um empreendedor, seja onde for e em que negócio for.

Tudo isto, também se aplica aos empreendedores online.

São eles que criaram e criam novas formas de trabalhar e de ganhar dinheiro com negócios online, muito lucrativos.

Negócios esses, que tem mudado a vida de muitas pessoas em todo o mundo, trazendo-lhe a LIBERDADE.

Liberdade de serem eles próprios e de realizarem os seus sonhos.

O meu negócio é isso mesmo, ajudar pessoas com os seus negócios.

Se precisas de ajuda e de orientação e de formação de marketing na pratica pessoalmente ou online, fala comigo através dos meus contactos, ou regista-te gratuitamente para mais informações e recebe o ebook gratuito “Três Formas Simples de Colocar e Divulgar o Seu Negócio Na Internet”

 

O que achas-te deste artigo? Foi útil para ti?

Deixa ai em baixo a tua opinião.

Obrigada!

Um abraço!

Ju Faria


Testemunhas – Vive a Tua Paixão!

Quem Tem Uma Paixão Tem Uma Oportunidade E Quem Agarra Uma Oportunidade Tem Sucesso!

Mais Nada!!!!

 

Este artigo contem todas as entrevistas que fiz e ainda as que vou fazer.

As entrevistas foram feitas ao meus colegas, amigos e parceiros de negócio e vivem a sua paixão, ou encontraram a sua paixão na Comunidade da Tribo, assim como eu.

São testemunhas de que pode-se e deve-se viver da tua paixão.

Vou começar por te apresentar um Casal de Caldas da Rainha, que vive literalmente da sua paixão com a ajuda da Tribo.

Clica no artigo relacionado e conhece a sua história.


Artigo Relacionada: UMA IDEIA DE VERÃO MUDOU A VIDA DE UM CASAL CALDENSE


A segunda testemunha chama-se Sabla D`Oliveira, é Psicóloga e tem um projecto Inovador em Portugal, que é a sua verdadeira paixão e esta a ter sucesso com a ajuda da Tribo.

Clica no Link e descobre qual é!


Artigo Relacionado: AS PRINCIPAIS RAZÕES QUE LEVOU UMA PSICÓLOGA A TER SUCESSO COM A TRIBO


O Testemunho de um Jovem Casal que também tem uma paixão. Só posso dizer que adoram galinhas!

 

Clica no artigo relacionado o descobre porquê!


Artigo Relacionado: FILIPE E RUTE GABRIEL – UMA NOVA VIDA COM A AJUDA DA TRIBO E DA EN


Mas também vou colocar aqui testemunhas de pessoas que querem mudar as suas vidas e fizeram da Tribo a Sua Paixão.

Vou vos apresentar a Milu e o Toni, um casal que decidiu mudar as suas, e encontram a sua paixão na Tribo.


Artigo Relacionado: O CASAL MILU E TONI COM A AJUDA DA TRIBO E DA EN MUDARAM O RUMO DAS SUAS VIDAS


Bia e Alex, encontraram a solução que precisavam na Tribo e acabaram por estar a viver também a sua paixão.


Artigo Relacionado: ALEX E BIA GABRIEL – VOLTAM PARA CASA COM A AJUDA DA EMPOWER NETWORK


A Laurinha como eu lhe chamo, tinha o sonho de ir para a Universidade, aprender o que realmente a apaixona: Medicina Chinesa.

E consegui, para além disso tem um projecto muito interessante em mente.

Lê o artigo e vê a entrevista.


Artigo Relacionado: LAURA GABRIEL – UMA JOVEM UNIVERSITÁRIA QUE REALIZA O SEU SONHO


A Paixão do António Ronnebeck é Poder Ajudar!

Neste entrevista fiquei a conhecer a história do António, porque está na Tribo e descobri a sua paixão.

Descobre tu também!


Artigo Relacionado: A MINHA ENTREVISTA AO TRIBALISTA ANTÓNIO RONNEBECK


Sandra Galão! Mulher, esposa, mãe de duas crianças ainda pequenas.

Com Sandra Galão numa das Aulas Magnas

Que deseja uma vida melhor para todas a família, mas sobretudo deseja realizar todos os seus sonhos.

Vê a entrevista e descobre quais são.


Artigo Relacionado: A MINHA ENTREVISTA À TRIBALISTA SANDRA GALÃO


Mais uma entrevista, mais uma paixão. Sílvia Barbosa conta qual é a sua paixão.

Com Sílvia Barbosa no Evento Rise na Nazaré


Artigo Relacionado: A MINHA ENTREVISTA À TRIBALISTA SÍLVIA BARBOSA


Conheci o João no evento Rise na primavera deste ano, 2017. Foi ele que trouxe o FIREWALKING, ao nosso evento.

Descobre o que é isso e a paixão do João.

Aqui estou, eu com o João numa das nossas Aulas Magnas. Clica em baixo e vê a nossa entrevista.


Artigo Relacionado: A MINHA ENTREVISTA AO TRIBALISTA JOÃO WANDSCHNEIDER


Agora vamos conhecer o Fundador da Tribo, Rui Gabriel e a esposa Melissa Gabriel.

As entrevistas foram feitas em separado, a Melissa fala sobre a vida difícil por que passaram, mas também conta uma história que a mim me tem inspirado e o Rui fala sobre si, sobre a Universidade e sobre a tribo.

Entrevista

Rui Gabriel e Melissa Gabriel

Já conheço este casal à mais de 5 anos e são pessoas maravilhosas, vê as entrevistas e percebe, porquê.


Artigo Relacionado: A MINHA ENTREVISTA A TRIBALISTA E ESPOSA DO RUI GABRIEL, MELISSA GABRIEL

Artigo Relacionado: A MINHA ENTREVISTA AO RUI GABRIEL FUNDADOR DA TRIBO


Todos nós somos empreendedores, todos nós temos os nossos próprios negócios, de uma forma ou de outra.

Não percebes nada de negócios, mas gostavas de Viver da Tua Paixão.

Tens uma boa ideia, mas não sabes o que fazer?

Começa por aprender um pouco sobre empreendedorismo.

Para isso, ofereço-te este este ebook: ” Como Transformar Ideias em Dinheiro”.

Clica na imagem e faz o download.

 

Podes também visitar a nossa Universidade da Tribo e conhecer os nossos cursos e comprar o bilhete para a nossa Aula Magna mensal, para nos conheceres e para tirares as tuas duvidas.

Podes também, subscrever a Minha Newsletter, para mais informações.

Muito grata por estares aqui!