Ju Faria

Consultora de Marketing Digital & Business Coach

Arquivo de etiquetas entrevista

PorJu Faria

Entrevista a Elsa Ribeiro Gonçalves Autora do Livro Singularidades de Uma Mulher de 40

Conhece a Autora do Livro Singularidades de Uma Mulher de 40

Singularidades de Uma mulher de 40 é um livro, brilhantemente bem escrito pela Jornalista Elsa Ribeiro Gonçalves, que relata a história de uma mulher comum, que decide mudar a sua vida.

E nesta entrevista em que a Elsa Ribeiro Gonçalves, aceitou prontamente o meu convite, tive o privilégio de a conhecer e de conhecer a sua história de vida e de superação.

É uma mulher que um dia decidiu ser jornalista, contra tudo e todos e nunca mais deixou de sonhar e de querer realizar os seus sonhos.

Vamos Então Conhecer as Singularidades da Elsa Ribeiro Gonçalves.

Resumo Inicial da Entrevista:

Eu: – Elsa antes de falarmos do teu livro, conta-nos um bocadinho do teu percurso de vida, para saberemos quem tu és e aonde moras, conta-nos um bocadinho do que é que fazeres. Conta-me lá um bocadinho do teu percurso.

Elsa: – Em primeiro lugar queria volta a agradecer o convite, é uma honra  para mim, estar a ser convidada pela Ju Faria.

Eu: – Pois, porque ela é que está habituada a fazer as entrevistas e não a ser ela a entrevistada.

Elsa: – Estou habituada a ser eu a fazer as entrevistas, mas também temos de sair da nossa zona de conforto e nunca digo que não a um desafio. Ontem vi o teu vídeo, que é bastante inspirador. Mostra bem que as vezes para chegarmos ao topo, temos que passar pelo fundo. temos uma história parecida eu revi-me muito no que falaste.

Fazendo uma apresentação de mim…como é que me posso descrever: Sou uma mulher feliz, sou uma mulher feliz hoje, nem sempre foi assim. Moro em Tomar aonde trabalho, onde tenho a minha família, onde sou jornalista. Trabalho no jornal Cidade de Tomar, um semanário com 83 anos, É muito interessante, eu gosto muito do meu trabalho e eu nasci numa família de fracos recursos, nunca escondi as minhas origens, nunca escondi de onde vim. Amo os meus pais muitos, sei que tudo o que me aconteceu foi importante para ser a pessoa que sou hoje. E então o que eu senti é que desde muito cedo que sempre quis mais, sempre achei que a vida tinha de ser mais do que aquilo que eu via e não conseguia perceber porquê. Nunca me identifiquei muito com a minha família nuclear, porque para além de se ruma família de fracos recursos económicos , também não tinham muito ambição,… em pequena sonhava muito em viagens, queria viajar, conhecer sítios diferentes, culturas diferentes, apesar de á minha volta não haver nada, ninguém que o fizesse na minha família, mas eu sempre tive essa necessidade  de conhecer novas culturas, e sempre decidi muito cedo que eu tinha de fazer isso, e também tive a felicidade de descobrir muito cedo que eu queria ser jornalista, com 10/12 já sabia o que é que queria.

Apesar de ninguém acreditar no meu sonho a não ser eu. Os meus pais tinham um café e eu entrevistava os clientes e tirava-lhes fotografias e coloca aquilo numa folha há4, portanto eu já era jornalista. Entretanto com todas as dificuldades que é para quem vem do zero, eu consegui o objectivo de conseguir de ir para Lisboa, tirar o meu curso de jornalismo, já com 20 anos, porque não consegui antes a media de entrada e tive também de arranjar uma estratégia para conseguir ir e posso dizer que aos 20 anos fui sozinha para Lisboa só com uma mão cheia de sonhos.

Ninguém me apoiou, a minha mãe achava que estudar era para ricos e lembro-me que lhe respondi: – se tiver de ir lavar escadas vou. Mas não foi preciso ir lavar escada, porque pedi uma bolsa de estudo, pedi alojamento para estudantes gratuito…

Estudava de manha e arranjei um emprego em part-time á tarde, morei numas águas furtadas ali no Arieiro que era mais barato que eu encontrei. Lembro-me que não podia ir com os meus amigos almoçar com eles. mas não faz mal.

Já estava lá, já estava mais perto do meu sonho e todas dificuldades que eu passei, tudo aquilo que eu consegui, a pulso. Agarrar-me á minha fé ao meu sonho, fez com que me torna-se numa pessoa com uma força interior que eu própria desconhecia….

Consegui acabar o curso, não consegui trabalho no jornalismo, consegui trabalho na função publica, fui trabalhar para uma escola…a dar aulas, no fundo a dar apoio a trabalhar na comunicação, só até ao momento que consegui entrar para o jornalismo, que aconteceu três anos depois. Foram três anos a lutar, já tenho o curso, agora falta o emprego e assim foi.

O que aconteceu depois foi que arranjei emprego, casei e tive uma filha. Amo muito a minha família, mas entrei num estado de “ormose”. Ok! Tens tudo, o emprego, tens a família, o carro e o resto?

Então, o que me aconteceu, ali perto dos 40, foi, e isso veio através da dor e a dor foi minha amiga e avisou-me: espera tu estás a viver a felicidade que os outros construíram para ti. Porquê? Porque eu não tinha as minhas viagens. Aquelas com que eu sonhava em criança. Arrumei esse sonho, numa gaveta e acabei por ficar doente. Em 2016 passei por um processo, com bastantes complicações a nível de saúde física e também emocional.

Porque não estava feliz e não sabia porquê. Mas foi o meu corpo a dar-me os sinais de que alguma cosa teria de mudar. Um dia sai do hospital e fui a farmácia levantar os medicamentos e tive uma clarividência, se tenho dinheiro para ir a farmácia, também tenho dinheiro para ir viajar…

 

Se queres saber mais sobre as Singularidades da Elsa, vê a entrevista na integra.

A Elsa tem anida muita coisa para te contar e ensinar e fala também sobre o livro que já está a venda na fnac.

Que se chama “Singularidades de Uma Mulher de 40”. Este livro foi um presente da Elsa para mim. (gratidão).

Adorei o livro! É uma história de uma mulher com uma vida comum, mas é exatamente esse o problema dela.

Ela tem uma vida, que não quer mais e começa a mudar e… Vai a uma loja fnac e compra-o.

Se gostaste da entrevista, deixa um comentário e partilha.

Muito grata por estares aqui!

Ju Faria

Ps: Oferta de ebook

 

 

PorJu Faria

O Difícil Percurso de Vida da Minha Amiga Silvia Barbosa

Testemunho de Um Percurso de Vida Muito Difícil

Neste artigo vais conhecer o difícil Percurso de Vida da minha amiga Silvia Barbosa. Nós já fizemos duas entrevistas, mas está é aquela em que a minha amiga se expõem, por sentir que chegou a altura de contar o seu difícil Percurso de Vida, juntamente com a sua filha mais velha, a Débora.

Conheci a Silvia, num dos eventos da tribo á cerca de dois anos e neste momento vive da sua paixão, dos seus projetos.

tos que estão a fazer a diferença na sua vida.

Neste artigo vamos conhecer um dos seus projetos:


Artigo Relacionado: Apresento-vos a Pedagogia A.M.A e a Terapia das Esferas de Silvia Barbosa


Vamos então conhecer o Percurso de Vida de Silvia Barbosa

Prepara-te para uma entrevista muito emotiva e com histórias e de superação fantásticas.

Resumo Inicial da Entrevista:

Eu: – Foi devido ao teu difícil percurso de vida que fez de ti a pessoas que és hoje, podes nos contar um bocadinho desse percurso?

Silvia: – Obrigada Ju, pelo convite. Tu sabes que houve ali um bocado de hesitação. Mas estou a vontade e é para mim um  privilégio. Como tu dizes e é verdade e acho que chegou o momento de falar um pouco sobre isso…

Para começar, com três meses de idade os meus pais deixaram-me aos cuidados da família. Este foi o primeiro momento de fragilidade, desde percurso como criança. O ter sido deixada tão pequenina pelos meus pais, ao cuidado de outros. Era o que eles podiam fazer, foi o melhor que poderão fazer por mim naquele momento. E esse percurso de vida entregue aos cuidados de família, até aos 9 anos, teve alguns traumas.

Com três anos de idade os meus pais, voltaram de Moçambique, eu nasci em Moçambique a minha mãe e de origem moçambicana. Regressaram para Portugal definitivamente e a minha mãe tento estabelecer os laços entre mãe e filha, ela não conseguiu…

Os meus pais, na altura tentar voltar a terem-me com eles, para que pudéssemos ser novamente uma família, mas as coisas não correram da melhor forma. O meu pai tinha medo de me deixar sozinha com a minha mãe. Eu comecei a escrever poesia aos 7 anos, porque realmente havia muita dor dentro de mim, coisas que eu não podia falar, que eu não podia expressar em palavras. Foi graças a essas dores a essas mágoas e essas feridas que eu comecei a abrir-me a um dos meus talentos. Aquilo que eu gosto tanto de fazer: que é escrever poesia.

As coisas que eu escrevia começou a chamar a atenção a minha professora e das pessoas que estava perto de mim. Era uma criança que gostava de estar no meu canto, junto as árvores, da natureza em silêncio. Interagia com outras crianças, mas tinha sempre tendência para me isolar.

Na minha infância tive muito traumas relacionadas com: agressão, abusos ao ponto de eu criança, pensar em suicídio… Posso dizer que a poesia salvou-me a vida…

Os meus pais separaram -se e fui viver com o meu pai aonde a mulher dele me batia, depois mais tarde, com 13 anos, fui viver com a minha mãe e entrei num processo de cura…. a poesia ajudou-me com a minha mãe, começamos a criar uma amizade muito bonita e a ficarmos muito amigas. Começou a haver uma cumplicidade muito grande entre nós, passei a ser o braço direto da minha mãe, andávamos na rua de mãos dadas, não era para as outras pessoas verem, mas o amor que nos liga, que nos uniu, foi tão grande. Veio de uma dor, é verdade. Fizemos o percurso de alguma dor, algum sofrimento,…

A minha mãe incentivou-me a fazer o que realmente eu queira e já fazia através da poesia, que era ajudar pessoas. Então comecei-me a preparar para me tornar Missionária e fiz isso dentro do meu próprio pais….

Estudava, tinha um trabalho em part-time aonde me dedicava a visitar pessoas e levar-lhes uma palavra de encorajamento. Encontrava muitas pessoas deprimidas, encontrava muitos idosos fragilizados em casa. visitava-os, confortava-os. Era esse o meu trabalho, levar uma mensagem de esperança e de amor ás pessoas…

Na minha adolescência, até aos 23 anos, na altura em que me casei, foram dedicados a ajudar o próximo…Descobri que era isso que me trazia alegria. percebi que não precisava de dinheiro para ser feliz, não precisava de nada, a unica coisa que precisava era de fazer o que mais gostava, que era ajudar pessoas. Havia muitas vezes em que andava com o carro na reserva, que só fazia uma refeição por dia e sentia-me a pessoa mais rica do mundo…

Tinha o suficiente para sobreviver, quando eu precisava o dinheiro aparecia, porque eu estava ao serviço e como estava a fazer o que era certo. Estava a dedicar-me a algo que eu sabia que era importante. Sabia que Deus só me podia ajudar.

Houve um momento da minha vida que me marcou. Que foi, quando fui convidada para participar num congresso em Valongo, aonde estavam milhares de pessoas e fui convidada para contar a minha história como pioneira, porque o trabalho que eu fazia: chamava-me pioneira regular…e foi um momento muito especial para mim…

(…)

Casei á moda antiga, de véu e grinalda, com aquelas ideias românticas, sempre fui romântica e ainda sou. Tinha muitas expetativas para o meu casamento e achava que ia ser muito feliz, que ia-mos viver felizes para sempre. Vivi toada a minha vida com a sensação que não saber o que era uma família e andei muito tempo á procura de um lugar, que pudesse chamar de lar, onde pudesse me sentir protegida. (…) CONTINUA NO VÍDEO

O percurso de vida da minha amiga, foi muito difícil, mas foi esse mesmo percurso que a transformou na pessoa maravilhosa que é hoje.

Vê toda a entrevista, não só vais conhecer a sua história, como também muitos ensinamentos, que podem te ajudar na tua vida.

Conhece também o projeto A.M.A onde a Silvia, está a ajudar muita gente.


Artigo Relacionado: Apresento-vos a Pedagogia A.M.A e a Terapia das Esferas de Silvia Barbosa


Se gostaste do artigo, deixa um cometário e partilha.

Muito grata por estares aqui.

Ju Faria

PS: Oferta do meu ebook

 

PorJu Faria

Percurso de Vida dos Tribalistas Isabel Queirós e Pedro Rugeroni

Mais Uma Entrevista Sobre o Percurso de Vida de Mais Dois Tribalistas

Desta vez é o percurso de vida do casal Isabel Queirós e Pedro Rugeroni.

E, como é de esperar, tive o privilégio de os conhecer na Aula Magna de Agosto de 2018.

Desde essa altura não deixaram de participar, nas aulas magna e foram também ao Revolution.

Entretanto, fizerem um bootcamp com o Rui Gabriel, fundador da Universidade da Tribo.

E como seria de esperar, convidei-os para uma entrevista, para passarmos a conhecer o seu percurso de vida, em que prontamente aceitaram.

São histórias de percursos diferentes, mas interessantes.

Percurso de Vida da Isabel e do Pedro

Resumo da Entrevista:

A Isabel começou a entrevista por se apresentar. Nasceu e foi criada na Porto. Está em Lisboa há 21 anos e reconhece que tem um lado de empreendedor muito elevado. Nunca se viu a trabalhar para outras pessoas e começou por ajudar os seus pais a abrir uma gelataria, mas por razões de alguma incompatibilidade, resolveu ir para Lisboa em função do amor e da relação que já tinha, como funcionaria, numa área que a apaixonava que era a de Sinistro Automóvel. Mas sempre com a ideia de colocar os seus talentos ao serviço de um bem maior…

Eu: – E tu Pedro?

Pedro: – A minha origem é bastante diferente. Nasci e cresci na zona de Cascais/Es toril. Tive uma infância bastante boa, feliz, em escolas boas, que os meus pais me proporcionaram. Tive a oportunidade de ir um ano para os estados Unidos, num intercâmbio de estudantes, para realizar o sonho que tinha, que era ser jogador de basquete. Mas depois aprendi outras coisas melhores como o contacto com as pessoas… Voltei e tentei jogar basquete profissional. Numa fase da minha vida o meu pai disse-me ou estudas e eu sustento-te ou jogas basquete e a porta é a serventia da rua. Decidi ir estudar e tirei o curso de gestão, trabalhei como alto executivo em varias empresas, até que cheguei á conclusão de que o dia não chegava, eram dez, depois doze, quatorze, porque havia sempre alguém que nos colocava objetivos cada vez mais desafiantes e nós claro: quem tinha objetivos tinha tudo, quem não tinha. não tinha nada. A vida dá muitas voltas e percebi que ou és tu que decides o teu futuro ou é alguém que decide por ti. Mas depois com a idade estás fora da produção das empresas, depois de ensinarem, darem formação, deitam fora.

E nessa perceptiva, abracei um projeto em que sempre me apaixonei, que abracei e conheci aos trinta anos, que foi o marketing de rede. No qual hoje em dia é uma filosofia maior, de comunidades conscientes de consumo e que no com o teu próprio consumo podes ganhar dinheiro…

A seguir faço a apresentação oficial do casal.

percurso de vida

Eu: – Quero vos perguntar, como encontram a tribo, porque vierem e porque fizerem o bootcamp com o Rui Gabriel?

Isabel: – A descoberta do Rui Gabriel foi uma casualidade, eu estava a consumir as informações que aparecem no facebook e aparece-me um post do Rui com uma comunicação ao qual eu estava conectada. Era sobre uma aula magna que se iria realizar em Agosto, e mediate o defici de valorização á parte das tecnologias, eu vi na comunicação do Rui, talvez a possibilidade de me poder interessar, dado que consideramos que este tipo de comunicação e a atividade que desenvolvemos deverá de ser como base na atração e não na perseguição de pessoas….

Pedro: – Por minha conta, quando a Isabel viu o posto de Rui, tive a posição do “pago para ver” , por que como é que uma pessoa que tem muito sucesso me marketing de rede. Dizia: -que actualmente não faço marketing de rede e ensino quem o faça. Pago para ver porque que tem sucesso, continua ligado ao marketing de rede. Tive a oportunidade de conhecer o Rui na aula magna e de lhe dizer que estava a ser uma boa experiência…

Isabel: – Isto foi o primeiro passo no contacto com o Rui Gabriel, que no fundo era o rosto de pessoas, de todo um grupo de sonhadores, e de pessoas que buscam no fundo uma forma diferente do que nós buscamos; que é portar o bem ao mundo de uma forma diferente, onde todos nós possamos ser mais felizes, cada um através do veiculo que optou por abraçar e por desenvolver. E foi exatamente na riqueza humana, que encontramos na aula magna, que por detrás tem um universidade virtual que é a Tribo, que é um centro aonde todos nós nos lincamos, onde podemos buscar aprendizagem, onde podemos partilhar a nossa humanidade a nossa experiência de vida e no fundo tornar a Tribo…. e tudo isso nos levou a fazer o bootcampo, onde fomos muito bem recebidos… Foi muito bom ter alguém que me ouviu, ter alguém com quem partilhar muitas crenças razões das quais vejo o mundo da maneira que vejo, poder superar-me nalgumas questões…

Pedro: – O boootcamp para mim, para nós foi sentir que fazemos parte de uma família, no qual nos acolheu muito bem e teve, digamos assim a paciência de ouvir o que nos frustrava e como poderíamos alinharmos toda a nossa sabedoria num projeto maior e de maior crescimento. acho que o exercício de construirmos uma visão, uma missão e os próprios valores, com que esses valores, missão, visão te vão fortalecer. E num ambiente em que estamos fora do nosso ambiente de conforto…

Eu: – Falem um bocadinho sobre o vosso projeto de marketing de rede.

….

Se gostavas de saber mais sobre o casal e qual é o seu projeto, vejam a entrevista na integra, por que ainda há muito para dizer.

Se gostavas de conhecer o meu percurso de vida, clica na imagem e recebe no teu email o meu ebook: “O Segredo do Meu Sucesso” – Uma História de Superação.

Espero que gostes da nossa entrevista, assim como nós gostamos e se quiseres deixa um comentário, muito obrigada.

E como Consultora de Marketing e Business Coach, o meu trabalho é ajudar-te e ensinar-te a divulgar o teu negócio, ou a criar um de raiz.

Entra em contacto comigo e marca uma sessão.

Um Grande Abraço

Ju Faria

 

 

PorJu Faria

Entrevista Com o Tribalista José Farinha – Health Coach

José Farinha Um Health Coach de Grande

Sucesso Nacional e Internacional

Conheci o José num dos eventos da Tribo, há mais de um ano.

Foi convidado pelo Rui Gabriel para nos dar umas dicas, como Health Coach.

Nessa mesma altura o José contou-nos a sua incrível história de superação.

Onde passou de um paciente gravemente doente, para uma pessoa saudável, feliz e realizada.

Por isso e muito mais, decidi convidar o José para esta entrevista, que aceitou prontamente.

Mais uma vez apresento-te alguém que prova que todos nós,

temos um poder enorme para mudarmos as nossas vidas.

Basta fazermos tudo o que é preciso para mudar, pela nossa saúde física e mental.

É a única forma de podermos ter uma melhor qualidade de vida.

Faz sentido para ti?

Nesta entrevista o José conta-nos a sua história e

dá-nos muitas dicas de como devemos cuidar da nossa saúde.

Resumo da entrevista:

O José é Health Coah, tem cliente em 22 países neste momento e

dá as suas consultas online.

Ajuda pessoas a mudarem a sua saúde através da nutrição.

Tudo começou na sua adolescência, quando se apercebe que os pais trabalhavam

imenso e que também ia ficando cada vez mais doentes, assim como as pessoas à sua volta.

Começou a trabalhar e entretanto emigrou para Inglaterra aonde trabalhou mais ainda,

sempre a tentar se manter saudável.

O José trabalhava no catering. era gerente no restaurante e podia comer de tudo,

devido ao muito trabalho que tinha, começou a perder o foco e a ganhar demasiado peso.

Um dia, quando já estava muitas horas sentado, quando se levantou teve uma enorme

dificuldade em fazê-lo, porque sentiu imensas dores nas pernas.

Acabou por ir de rastos para o carro.

Devido à má alimentação e falta de exercício o José tornou-se num doente crónico.

Foi ao médico, que lhe receitou antibióticos, mas não resultaram e acabou por ficar muito pior.

Foi novamente ao médico, que lhe disse que não havia mais nada a fazer.

Felizmente o José não aceitou o prognostico e deixou o médico a falar sozinho.

Foi para casa, deu um murro na mesa, e foi ao google pesquisar por pessoas

que estiveram na mesma situação, mas que ficaram boas.

E viu um vídeo que o inspirou de tal forma que o ajudou a mudar de vida.

O José começou a comer apenas alimentos crus: frutas, sumos naturais e legumes.

Ao fim de 8 semanas tinha perdido cerca de 8 quilos e sentia-se com mais energia.

E isso fez com que a sua energia mudasse e tornou-se numa pessoa muito mais

positiva e foi promovido no emprego.

Tornando-se gerente do Burger King ou seja a trabalhar nos hambúrgueres.

A energia dele era tão alta que influenciou de forma muito positiva toda a sua equipa

e colocou toda a gente a comer comida saudável.

Neste percurso trabalhou e estudou para ser o que é hoje, Health Coah para poder ajudar outra pessoas.

Um dia ganhou coragem e despediu-se. Logo no primeiro mês teve 14 clientes a pedir-lhe ajuda.

Nesta entrevista o José dá muitas dicas sobre nutrição, por isso vê a entrevista.

Por isso pega numa caneta, num caderno e tira notas, não só sobre nutrição

mas também sobre desenvolvimento pessoal.

Deixa-te inspirar pela história do José Farinha e muda a tua vida.

Muito grata por estares aqui!

Um abraço!

Ju Faria

PorJu Faria

Entrevista Com o Tribalista David Vale – Digital Designer

David Vale Licenciado em Digital Designer,

Tornou-se Num Tribalista

Um jovem licenciado e Digital Designer, decidiu vir conhecer o Marketing Digital.

Apresento-vos mais um colega, um amigo, um tribalista, que decidiu aceitar o meu convite para esta entrevista.

Conhece a história do David e do projecto maravilho que tem, para que todos nós possamos aprender a cuidar do nosso planeta.

Resumo da entrevista:

O David, desde pequeno que gosta de artes e por isso estudou design gráfico.

Inspirado por uma colega decidiu arriscar e emigrou para Inglaterra para fazer o estágio profissional.

Na Inglaterra, sem falar quase nada de inglês e depois de enviar imensos currículos, teve três respostas para entrevistas.

Escolheu uma das três empresas aonde esteve durante seis meses, aprendeu imenso inclusive o próprio inglês.

Esteve em Londres onde fez muitos amigos e adorou a cidade.

Um dia fartou-se e volto para portugal com novas ideias, depois de ter ando a viajar pela Europa.

Um dia quando estava no facebook, viu um vídeo sobre puericultura que mudou a sua vida.

Ao andar a fazer pesquisa percebeu que era isso que ele queria realmente fazer.

Nessa pesquisa encontro os meu queridos amigos Pipo Vieira e a sua esposa Rute Gabriel, (filha do Rui Gabriel).

Num evento do Pipo e da Rute, o David conheceu o Rui Gabriel e também o Tribalista José Parreira.

Pois isso decidiu começar a ir ás aula magnas e gostou tanto que nunca mais deixou de ir e já fez o seu bootcamp com o Rui Gabriel.

Foi também pela primeira vez ao Riso e adorou.

Criou um projecto na internet, para divulgar soluções para melhorarmos o nosso planeta, e por isso faz vídeos muito interessantes e com soluções muito práticas.

O David esta a fazer um trabalho incrível e todos nós temos de o apoiar.

Se queres ter um mundo melhor para viveres adere ao grupo do David e segue as suas soluções, para que tal aconteça

O grupo chama-se Possíveis Soluções.

E podes ver também aqui o seu blog.

Espero que tenhas gostado de conhecer o David e que ele te tenha inspirado de alguma forma.

Muito grata por estares aqui.

Um grande abraço.

Ju Faria

PorJu Faria

Conhece o Tribalista José Parreira – Meditação Transpessoal

Conheci o José o ano passado quando se juntou à Tribo e estivemos juntos na Certificação de Consultores, quando falou em Meditação Transpessoal.

O José é Licenciado em Economia, por norma um economista não faz Meditação Transpessoal,

(eheheheheheh) por isso percebi logo que o José é uma pessoas especial, daquelas de quem gosto muito.

Entretanto convidei o José para uma entrevista, que aceitou prontamente.

Contudo temos tido dificuldade em marcar um hora e um dia para esse fim.

Por isso, aproveitei o facto de estarmos juntos no Evento Rise, na Nazaré, para lhe fazer a entrevista.

Sabias que o José decidiu fazer peregrinação até à Nazaré para o Evento.

Essa é a razão por achar o José uma pessoal muito especial.

Vê a entrevista!

Resumo da História do José Parreira:

A entrevista foi feita, no Hotel Miramar Sul, na Nazaré durante o evento Rise.

O José conheceu a família Gabriel á quase um ano, através do Rute Gabriel e do marido Pipo Vieira.

Começou a seguir os eventos, veio a primeira aula magna em Agosto de 2017.

Mais tarde fez o bootcamp com o Rui Gabriel, que foram 7 dias de imersão.

A entrevista foi feita a um domingo no rise, mas para o José começou numa terça feira em peregrinação.

Ele fala-nos um pouco do seu percurso e também sobre o firewalking (caminhar sobre as brasas).

É licenciando em Economia, foi professor universitário e é proprietário de Herdade do Morgado.

Fala sobre tudo isto e sobre as suas superações.

Para compreenderes melhor a sua história vê a entrevista e desejo que te ajude e inspire de alguma forma.

O José ensina a fazer Meditação Transpessoal e tem um grupo no facebook que podes aderir, que se chama:

Grupo de Instrução e Acompanhamento – Meditação Transpessoal.

Pede para aderir aqui!

E conhece também o blog Jardineiro de Sonhos

Vou ficar muito feliz se um dia te encontrar num dos nosso eventos, que inspiram pessoas e mudam vidas.

Muito grata por estares aqui e se queres deixa um comentário.

Um Abraço

Ju Faria

PorJu Faria

Em Entrevista Milu e Tone Falam Sobre a Certificação de Consultores

Entrevista Com Maria de Lurdes Lima e António Lima Sobre Como Vai a Certificação de Consultores.

Em Janeiro deste ano 2018, começamos a Certificação de Consultores da nossa Comunidade da Tribo,

que tem a duração de seis meses.

Durante a Aula Magna no dia 10 de Março, em que o tema era Conteúdo e Tráfego da Comunidade da Tribo

e depois do almoço, decidi fazer uma entrevista aos meus amigos Milu e Tone,

para lhes perguntar como está a correr a Certificação de Consultores.

Uma entrevista curta, mas que diz tudo!

A minha amiga e parceira de negócios fala da importância que tem a certificação no

desenvolvimento do marketing digital, estão a colocar em pratica o que foi aprendido lá.

e estão a conseguir fazer o seu trabalho como consultores de marketing. Dar a oportunidade a

preendedores que não tem tempo e nem quer fazer o seu próprio marketing e que precisam de alguém que o faça.

O meu querida amigo Tone marido da Milu, diz que agora é que estão mesmo a aprender.

Este foi um resumo da entrevista, contudo podes ver a entrevista em vídeo em que o câmara men foi o

nosso querida amigo e parceiro de negócios o António Ronnebeck

 

 

Um Grande Abraço!

Ju Faria

PorJu Faria

Entrevista ao Tribalista e Montanhista Fernando Ferreira

Em Entrevista O Montanhista Fernando Ferreira

Fala Sobre As Montanhas Que Já Subiu!

Fernando Ferreira um recente tribalista, conta na sua entrevista, como o montanhismo é a sua paixão e as montanhas que já subiu.

Vê a entrevista e ouve a mensagem que tem para ti!

Espero que a entrevista ao Fernando te tenha inspirado de alguma forma.

E que tenhas coragem para sair da tua zona de conforto e subires a tua própria montanha.

Não vivas só porque está vivo, não estejas em modo de sobrevivência.

Entra em modo de viveres da tua paixão, do que te faz feliz.

Nós estamos aqui para viver e não para sobreviver.

Escuta o teu coração e a tua intuição!

O que gostavas de ser, de fazer e de ter?

Encontra aqui o blog do Fernando!

Um Grande Abraço!

Ju Faria

 

PorJu Faria

Silvia Barbosa Fala Sobre o Seu Projecto A.M.A. e da Terapia das Esferas

Projecto A.M.A. e a Terapia das Esferas da Silvia

Aqui está mais uma entrevista, desta vez novamente com a Sílvia Barbosa que te vai falar sobre o

seu Projeto A.M.A. e da Terapia das Esferas.

A Sílvia tem um projeto, um negócio que está a fazer a diferença na vida de muitas pessoas.

Vê a entrevista e fica a conhecer a Sílvia Barbosa.

Espero que tenhas gostado da entrevista e que a informação te tenha ajudado a perceber algo importante para ti.

A Terapia das Esferas é muito importante, já fiz com a Sílvia e conseguiu desbloquear karmas que trazia de vidas passas.

Entra na página da Sílvia que se chama Neuropedagogia Lúdica- Método A.M.A e entra em contacto com ela se precisares.

 

Espero ter-te ajudado!

Um Abraço!

Ju Faria

Consultora de Marketing

 

PorJu Faria

Rui Gabriel Fundador da Tribo Explica O Que é o Bootcamp 100K 

Rui Gabriel Explica O Que é o Bootcamp 100K

Bootcamp 100k é a oportunidade para criar em 3 meses o equivalente a 3 anos de trabalho,

evitando inúmeras e dispendiosas tentativas e erros.

O Bootcamp 100k serve para levar qualquer empreendedor em qualquer atividade aos

100 mil€ de rendimento por ano, ou à criação de uma audiência de 100 mil pessoas

no seu negócio ou atividade, conforme o que for relevante para os seus objetivos.

Para uma maior compreensão, sobre o assunto.

Vê a minha entrevista ao Rui Gabriel sobre o que é o Bootcampo 100k

e porque pode ser importante para ti.

Resumo da Entrevista sobre o que é um Bootcamp

Pergunta: – O que é preciso para fazer um bootcamp?

Rui Gabriel: – A questão é se vai fazer e quando vai fazer.

O bootcamp é uma espécie de um estágio, de um curso e foi criado á cerca de ano e meio.

A ideia não foi minha, fui convidado para ir á Roménia, falar num evento e lá conheci, várias pessoas.

Uma dessas pessoas, um americano que vive na noruega, ligou-me e perguntou-me o que

tinha de fazer para estar comigo duas semanas. Não era só ele, outras pessoas precisavam desse tipo de conexão.

Disse-lhe que não podia estar duas semana, mas sim uma e que o preço é acima do 5 mil euros.

Passado um hora tinha o dinheiro e passado três semanas ele veio e teve aqui comigo uma semana.

Esse foi o inicio, a experiência foi tão positiva, tão forte, que eu decidi dar a oportunidade a outras pessoas, a viverem uma experiência semelhante.

É obvio que todas as pessoas são diferentes e as suas necessidades são diferentes e realmente colocou-me aqui um desafio.

Como é que eu vou conseguir fazer algo que seja útil para todas as pessoas.

Fiz dez a pessoas diferentes, com negócios diferentes e cresceu tudo a nível, no qual ninguém conseguira sozinho.

Chamei-lhe bootcamp 100k, porque é a minha intenção que as pessoas produzam 100 mil euros por ano.

Só faço um bootcamp por mês, apenas com um pessoa, se for do mesmo negócio, podem vir apenas 2 pessoas juntas.

Quando temos pessoas de negócios diferentes, temos um outro programa chamado

Certificação de Consultores, tu participas-te no anterior ( eu fiz parte desse programa e adorei).

Bootcamp 1

Eu com a Sabla D`Oliveira numa das Aulas Magnas

O bootcamp, tem pouco teoria e muito pratica por que as coisas têm de sair feitas

Pergunta: – Rui conta-nos a experiência que tu tiveste com o bootcamp da Sabla D`Oliveira,

que chegou e o negócio dela explodiu.


Artigo Relacionado: Entrevista Com a Sabla D`Oliveira Sobre o Bootcamp-100k


Rui Gabriel: – O processo no bootcamp está organizado mais ou menos assim: os primeiros dois dias mais ou menos

é para apessoa ganhar clareza para o que realmente quer fazer. Não é a primeira vez, nem a segunda que uma pessoa chega

com uma ideia e depois percebe que não é bem aquilo.

Com a Sabla o que devíamos de começar na quinta, começamos na segunda á tarde.

Como a Sabla já estava na tribo á mais de um ano, ela já tinha muitas coisas feita,

então o bootcamp dela foi muito produtivo, depois descobriu que perdeu mais de 40 mil euros

e depois descobriu que o negócio dela em vez de dar 15 mil ia dar 150 mil euros e ficou louca porque percebeu que o negócio dela era muito mair do que tinha imaginado e que as estratégias eram diferentes do que ela tinha imaginado.

Este é apenas um pequeno resumo, aconselho-te a ver o vídeo na integra,

quanto a mim adorei esta entrevista com o Rui e aconselho-te a fazer parte do eventos da Tribo.

Para nos conheceres melhor, para estares com o Rui, comigo e com toda a família Tribo.

Para sentires a nossa energia positiva e perceber principalmente, para que direção tencionas levar o teu negócio.

E se desejas elevar o teu negócio e se o teu obetivo for levar o teu negócio até aos 100 mil euros por ano, faz um bootcamp.

Espero que tenhas gostado da entrevista e que um dia te seja bastante útil.

Se quiseres fazer um bootcamp entra em contacto comigo aqui pelo messenger

Estamos Juntos

Um Grande Abraço

Ju Faria