Ju Faria

Consultora de Marketing Digital & Business Coach

Arquivo de etiquetas definições

PorJu Faria

Definições e Como Funciona a Internet Para Principiantes

Definição do Que é a Internet

A Internet é uma rede de computadores, a nível mundial e pública, através da qual estão conectados milhões de computadores localizados em todas as partes do mundo.

A Internet interliga várias redes de computadores (a todo o tipo de instituições). A maior parte dos equipamentos conectados à Internet são computadores pessoais e servidores, que utilizam os Sistemas Operacionais Windows , Mac e Linux que provê em serviços como envio e recebimento de mensagens por email, acesso a informações disponibilizadas como páginas web, compartilha de documentos, entre outros.

História da Internet

A Internet surge em 1969, nos Estados Unidos da América, com o objectivo  de desenvolver uma rede de comunicações para interligar os supercomputadores da defesa americana e de algumas grandes universidades, por forma a que, no caso de haver um ataque nuclear, as comunicações não fossem interrompidas.

Em 1972, a DARPA (Defense Advanced Research Projects Agency) apresenta a ARPANET para garantir que as ligações existem entre todas as bases de defesa e, em caso de destruição de uma delas, a comunicação estabelecer-se-ia automaticamente, através de uma outra base.

Início dos anos 80, a ARPANET adota um conjunto de protocolos – TCP/IP – que permitem que universidades, centros de investigação e outros departamentos militares e governamentais americanos criem as suas próprias redes e se liguem também à ARPANET!

E desta forma, nasce a Internet!!!

O Aparecimento da Internet em Portugal

A Universidade de Lisboa foi a primeira entidade em Portugal a ter uma ligação à Internet. Pouco depois, a Universidade do Minho também o fez.

Em 1990, o PUUG (Portuguese Unix Users Group) começou a comercializar ligações à Internet em Portugal.

Em 1992 a FCCN inicia registos de domínios em .pt, e em Dezembro de 1993 existem 40 domínios .pt registados. O primeiro servidor web nacional foi ativado pelo LNEC (Laboratório Nacional de Engenharia Civil) em 1992.

Em 1993 o acesso à Internet é aberto aos alunos da Universidade do Minho.

Em 1996 existem 10 entidades com licença para prestação de Serviços de Telecomunicações Complementares Fixos, no âmbito dos quais se pode enquadrar o acesso à Internet.

Fonte: Wikipédia

O que é preciso para aceder à internet ?

Para teres acesso á internet tens de ter um fornecedor e é vendida habitualmente de 3 formas:

1º ADSL

O ADSL funciona igualmente por linha telefónica mas é preciso que a central telefónica esteja preparada para a mesma. Pode-se usar o telefone ao mesmo tempo.
As velocidades de acesso vão até 24 mbps. O preço é de acordo com a velocidade escolhida e o operador.
As ligações na maior parte dos casos são permanentes pelo que pode estar ligado permanentemente à internet sem pagar mais por isso.
Existe habitualmente um limite de tráfego na ordem dos vários gigabytes mas é um valor que só se atinge se descarregar programas grandes ou usar ferramentas “peer to peer”.

2º Cabo

A ligação por cabo é semelhante a ADSL. Normalmente obriga a ter outros serviços do operador de cabo. Como a Cabovisão, Netcabo e o clix ADSL.

As ligações por Cabo e ADSL são as chamadas ligações de banda larga. Regra geral a velocidade com que se podem transferir ficheiros do computador para a Internet (chamado upload) é mais baixa que ao contrário (download).
Na ligação por cabo este é partilhado por vários utilizadores pelo que nalguns casos pode haver flutuações no nível de serviço.

3º Ligações sem fios

No caso de ter um portátil com Wi-Fi pode usar pontos de acesso em locais públicos para aceder à Internet. Em casa pode instalar um router wireless e aceder à internet de qualquer ponto da sua casa.

Que “browsers” existem?

O mais divulgado é o Internet Explorer, o que eu uso é o Google Chrome, tens a seguir o FireFox, e agora tens também um novo da Microsoft, que é o Microsoft Edge.

Como está organizada a informação?

A internet é composta por mais de 20 milhões de servidores nos quais estão alojadas as páginas e quase tudo o que é possível encontrar na Internet. Cada servidor pode ter um ou mais domínios alojados e cada domínio pode ser composto por um número variável de páginas e informação. A informação contida nas páginas faz muitas vezes referência a informação de outras páginas. Cada servidor têm associado a si um ou mais endereços IP.

O que é um domínio?

Um domínio corresponde a um nome e a um endereço na internet. Por exemplo o domínio do meu blog é www.jufarialiberdade.com corresponde a um domínio na internet. Associado a um domínio temos um responsável pelo domínio e um conjunto de conteúdo variado. Para se ter um domínio é preciso registar o mesmo (a fim de não haver 2 domínios com o mesmo nome) e é preciso ter o domínio alojado num servidor para permitir que as pessoas possam aceder à informação que nele se encontra.

Tenho dois blogues, por isso, significa que tenho dois domínios. Mas posso ter os domínios que eu quiser, ambos são do wordpress dos powerblog da Universidade da Tribo. A primeira mensalidade é de 44 euros e depois pago por mês 27 euros, mas depois tenho tudo gratuito. Clica na imagem ou aqui para mais informações, no caso de estares interessado em ter o teu próprio domínio.

(Se precisares de ajuda, fala comigo através dos meus contatos.)

 

Como é que se encontram coisas na Internet?

Para encontrar qualquer informação na internet ou se sabe onde é que ela está localizada ou vai-se utilizar um motor de pesquisa. Os mais divulgados neste momento são o Google e o Yahoo. Existem no entanto muitos mais.
Outra forma de procurar uma informação mais específica é localizar uma página que seja sobre esse tema e depois procurar ligações dessa página para outras sobre o mesmo assunto.

O que é um endereço de Email ?

Um endereço de Email ou de correio eletrónico é um endereço através do qual é possível receber e enviar mensagens eletrónicas podendo incluir ou não ficheiros diversos.

Os endereços de email têm um formato como um dos meus: jufaria75@gmail.com
A parte antes da @ identifica o utilizador e a parte depois da @ identifica o domínio onde a conta de email está alojada.
O fornecedor de acesso à internet normalmente oferece um endereço de email mas se mudar de fornecedor perde o endereço. Existem muitas formas de obter um endereços gratuito. O mais divulgados são o hotmail e o gmail.

Como é que se envia um email ?

Primeiro é preciso criar uma conta, ou seja fazer o registo que é gratuito e o próprio programa já te vai dar alguns endereços de email, baseados nessa informação e tu só precisa de escolher um.

Para enviares um email para alguém em particular ou para alguma instituição, tens de ter também o endereço de email dessa pessoa.

Para enviares um email no gmail por exemplo: clicas onde diz COMPOR e esta vais abrir uma caixa de diálogo.

Onde diz PARA: colocas o endereço da pessoas ou instituição e em baixo escreves a tua mensagem e clicas em enviar. No caso de teres de enviar um ficheiro e só selecionares o ícone correspondente ao tipo de ficheiro que pretendes. Pode ser um ebook, uma imagem, um link, uma carita, etc.

Além de procurar informação, o que se pode fazer na Internet?

Na internet podes tudo ou quase tudo. Porque existem sites e plataforma de tudo, para tudo e para todos os gostos.

Por exemplo, podes:

  • Jogar o que quiseres online, ou fazer download de jogos para o teu pc.
  • Entrar em sites de filmes e ver os filmes que quiseres.
  • Entrar em sites de musicas e ouvir o que quiseres. Eu vejo e ouço as minhas musicas favoritas, seja de que época for através do canal youtube.
  • Entrar nos sites das tuas rádios favorita e ouvir.
  • Entrar nos sites das revistas e jornais e ver em primeira mão as noticias.
  • Entrar no site das finanças e tratar dos teus impostos e outros assuntos, no site do serviço nacional de saúde e marcar as tuas consultas,…etc.
  • fazer amizades e interagir com pessoas através das Redes Sociais e podes também ter negócios online e divulgar os teus negócios.
  • Criar sites, blogues e fazer marketing digital, gerir negócios, fazer videoconferências e falar com pessoas em toda a parte do mundo e muito mais…
  • Fazer vídeos e tirar fotos. Podes fazer o que quiseres e o que precisares.

Como faço para colocar informação na Internet?

Para colocares informação na internet, deves de criar contas nas redes socias, ter uma conta de email e ter um blog.

De seguida começas a escrever artigos no teu blog e partilhas nas redes socias. Podes tirar fotos, fazer vídeos e colocar nas redes sociais.

Podes criar “livros” digitais: escreves o que queres partilhar com as pessoas num documento do word ou excel e depois de concluído, transformas num ebook em pdf e partilhas; nas redes socias, envias por email, colocas no teu blog/site…etc

Têm especial atenção à informação que colocas na internet.

Quando navegas na internet deverás ter muita atenção à segurança do teu computador: tens de ter um anti-vírus de preferencia pago.

Deves de deixar que o pc faça as atualizações dos programas, deves de ter boas password.

Evita clicar em links desconhecidos em especial aos emails que não sabes de quem são.

Todos os emails que entram no teu email, só deves de abrir aqueles que sabes que são seguros, tudo o que for spam, manda para o lixo sem abrir nada.

Têm especial atenção à informação que colocas na internet, experiencialmente se existirem crianças.

Lembra-te que na internet estão lá todo o tipo de pessoas, com todo o tipo de mentalidades.

Se precisares da minha ajuda entra em contacto comigo.

Para já quero te oferecer o ebook: “Três Formas Simples de Colocar e Divulgar o Seu Negócio na Internet

Se gostaste do artigo deixa um comentário e/ou partilha.

Muito grata por estares aqui!

Um Abraço!

Ju Faria

PorJu Faria

9 Segredos e Definições do Email Marketing Para Principiantes

Conhece as 9 Definições do Email Marketing

Email Marketing é o envio de mensagens muitos sobre produtos ou serviços que os empreendedores e empresas mandam para os seus clientes.

Que funciona como ferramenta de marketing direto, respeitando normas e procedimentos pré-definidos do autorrespoder que utilizam.

Com este tipo de ferramenta podes e deves de analisar o retorno gerado através de relatórios e análises gráficas, por forma a que as tuas campanhas estejam cada vez mais otimizadas.

Os 9 Segredos e Definições

1-  Tens de Ter Um Autorresponder

O email marketing faz-se através de um autoresponder.

E um autoresponder é um sistema de recolha de emails para a nossa lista para envio de mensagens.

Mensagens essas que podem ser de forma automática ou de forma manual.

Nós usamos o Aweber, por ser muito prático e fácil de usar.

Mas existem também outras plataformas como Mail Chimp, o GetResponse e o Infusion Soft.

2- Como Conseguir Emails Para a Minha Lista

Para levares emails que são os contactos de possíveis clientes, para a tua lista, deves de ter uma pagina de captura de acordo com o teu nicho de mercado.

Nessa pagina as pessoas que querem ter mais informações sobre o teu produto ou serviço, registam-se deixando o seu email.

Esse email, vai ficar registado na tua lista que vais criar no teu autorresponder.

3- Dá Valor à Tua Lista

As pessoas que deixam os seus emails, são os teus potenciais clientes.

Por isso se queres começar a vender, conecta-te com eles todos os dias ou quase todos os dias,

enviando emails com conteúdo de altíssimo valor,  promoções e produtos grátis.

4- Testa a Eficacia dos Teus Email

Escreve todos as tuas mensagens numa pagina em branco, pré-definida.

Escreve sobre várias coisas que façam parte do teu nicho, com vários tipo de títulos chamativos,

e vai vendo e analisando a taxa de abertura.

Ou seja a quantidade de pessoas que abrem as mensagens que envias.

Toma notas no teu caderno, que tipos de assuntos as pessoas da tua lista gostam mais.

email marketing

5- Faz o Teu Email Móvel

Neste momento a maioria das pessoas vêm tudo através do telemóvel, por isso quando escreves as tuas mensagem,

podem ser longas, mas com frase estreitas com 40 palavras por frase, para que seja mais fácil serem vistas por este tipo de dispositivo móvel.

Mas também para ser mais fácil a leitura para todos.

6- Testa as Tuas Mensagens Antes de Enviá-las

Depois de escreveres cada mensagem, antes de enviares, manda uma mensagem de teste só para ti.

Verifica se está em conformidade que o que tu queres e se os links e os vídeos estão a funcionar.

7- Pede a Alguém Para Rever as Tuas Mensagens

Se isso não for possível, afasta-te do teu email por uma hora e, de seguida, volta a ler tudo outra vês,

para verificares se está tudo em ordem. A gramática, a pontoação, se falta alguma coisa ou não.

8- Podes Criar Várias Listas

Independente do tipo de negocio que tenhas podes e deves ter vários funis de marketing,

Criando por sua vez, uma lista para cada funil e assim poderes verificar qual deles funciona melhor para o teu nicho de mercado.

9- Investe na Tua Linha de Assunto.

Linha de assunto é o titulo da tua mensagem.

De tudo o que escreves o titulo é o mais importante de tudo.

Quando as pessoas da tua lista abrem o seu email a primeira coisa que vêm é de quem é o email e qual é o assunto.

Contudo só abre o email, se o titulo for suficiente apelativo, para que a pessoa tenha a curiosidade de abrir, para ver do que se trata.

Fala sobre diferentes assuntos e de várias formas.

Muito grata por estares aqui.

Um grande abraço.

Ju Faria